Galeria

CMA HIP HOP – Comunicação, Militância e Atitude Hip Hop

logo-CMA-HIP-HOP4 (2)

 

REPRESENTANTE:  Hamilton Oliveira (DJ BRANCO)

 

CMA HIP HOP, Comunicação, Militância e Atitude Hip-Hop é um núcleo de comunicação alternativa, mobilização social e produção cultural que surge no ano de 2005 com o objetivo central de potencializar a comunicação do Movimento Hip-Hop e do Movimento Negro/Social. Formado por jovens comunicadores negr@s, a CMA nasce com intuito de contribuir para superação racismo, das barreiras culturais e simbólicas mantidas por grandes veículos da mídia convencional, que compromete a efetivação das ações na área dos direitos humanos.

Presta serviço de assessoria de comunicação para organizações do movimento negro e social, produz conteúdo, coordena oficinas de comunicação e cultura. Tem atuação marcante na área de mobilização social, comunicação social e produção cultural, mantém sua representatividade em espaços participação social (conferências, congressos, seminários e etc…). É atuante na luta pela democratização da comunicação no Brasil, e luta pela promoção da equidade racial.

É responsável pelo Newsletter CMA HipHop Informa (60 mil e-mail’s cadastrados), pelo blog www.educadora.ba.gov.br/evolucaohiphop e pela produção do programa Evolução Hip Hop (produção independente), que vai ao “ar”, aos sábados na 107.5 Educadora FM (rádio pública da Bahia), que compõe a Faixa Negra da emissora. Programa que teve estréia em novembro de 2007, e vem contribuindo com o fomento, promoção, difusão, fortalecimento, reafirmação da cultura, identidade e desenvolvimento sócio-cultural e econômico da juventude e comunidade negra, dando voz e vês a grupos que historicamente foram colocados a margem da grande mídia convencional. Uma importante ferramenta de educação, conscientização, mobilização e de resgate da auto-estima do povo negro que tem seus direitos violados, promove a cidadania, a elevação da consciência, contribuem na luta e enfrentamento ao racismo, a intolerância religiosa, a homofobia, e ao sexismo.

PRÊMIOS NACIONAIS:

Centro de Articulação de Populações Marginalizadas – CEAP/RJ – 2015
– Prêmio Camélia da Liberdade “Ação Afirmativa, Atitude Positiva” / Categoria: Veículos de Comunicação

Ministério da Cultura/Governo Federal – 2010
– Prêmio Cultura Hip-Hop 2010 / Categoria: Conhecimento;
– Selo Prêmio Cultura Viva (Uma chancela de reconhecimento a iniciativas que trabalham com Comunicação e Cultura no Brasil e se destacaram no ano de 2010)

Anúncios