Imargem – Arte, Meio Ambiente e Convivência

REPRESENTANTE: Mariana Belmont

Imargem é mais do que a junção das palavras imagem e margem. Trata-se de uma iniciativa multidisciplinar, criada em 2006 na beirada sul de São Paulo às margens da represa Billings, no distrito do Grajaú, que propõe um olhar cuidadoso para a paisagem povoada da periferia, fomentando o pensar e agir diante das potencialidades e problemáticas da nossa sociedade, da margem à centralidade da cidade, ampliando os olhares e aguçar as sensibilidades de todos (educadores e participantes) para o espaço urbano. Espaço entendido como a paisagem povoada.

Arte, meio ambiente e convivência

Entende-se, no Imargem, a arte como instrumento potente de expressão e interlocução; a convivência como mecanismo de explicitação de interesses, de construção de consensos e de enfrentamento dos preconceitos e o meio ambiente como o resultado da relação conflituosa entre a ocupação humana desordenada e as paisagens da cidade.

Grajaú

O Grajaú é o mais populoso dos 96 distritos paulistanos e o que apresenta as menores taxas de desenvolvimento, conforme os índices sociais do município medidos segundo quatro dimensões: autonomia, qualidade de vida, desenvolvimento humano e eqüidade*. Portanto, é uma região habitada por pessoas – maioria crianças e jovens – que enfrentam, diariamente, imensas dificuldades de diferentes naturezas. É lá que se encontra a Represa Billings, uma das maiores do mundo em área urbana.

* Municipio em dados, Secretaria do Planejamento, Prefeitura Municipal de São Paulo, 2004
* segundo o Censo 2010, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)

Links

http://imargem.art.br/

https://www.facebook.com/Imargem/

Anúncios