MICA – Mídia, Identidade, Cultura e Arte

REPRESENTANTE: Thamira Silva Bastos

O MICA

O Coletivo é uma instituição sem fins lucrativos que surgiu em 2015 e tem como missão contribuir para a emancipação humana por meio de ações ligadas à arte, à cultura e à comunicação social; o fomento a valores identitários e culturais, incluindo o patrimônio histórico, artístico, material e imaterial; a consolidação da cidadania, dos direitos humanos e da democracia.

O POLIFONIA

O Projeto “Polifonia: o direito à comunicação é universal”, objetiva conscientizar o público alvo, direto e indireto, sobre o direito à comunicação, por entender que sem sua concretização as possibilidades de exercer a plena cidadania é extremamente reduzida, levando as pessoas a um estado de desinformação que as faz compactuar com interesses divergentes dos seus. As leva a vivenciar situações de exclusão diante das quais só lhes resta retornar ao pré iluminismo, atribuindo suas dificuldades apenas ao sagrado. Consta como temática central a leitura crítica da mídia, observando o perfil que a mídia constrói das populações com menos recursos econômicos e periféricas. Outros temas são o sistema informativo brasileiro, manejado por grupos políticos, religiosos e familiares, para perceber a estreita relação entre democracia e políticas de comunicação; apuração, redação, edição e divulgação de conteúdos, para familiarizar o público alvo com os processos de construção de notícias, estimular os integrantes a pautar temas do interesse da comunidade onde habitam e circulam; prevenção de ruptura dos vínculos familiares e comunitários, por meio de atividades em grupo, da valorização das manifestações culturais do bairro, por exemplo.

Para tanto, desenvolvemos uma série de atividades, tais como vivências sensoriais, oficinas, visitas técnicas, participação ativa em eventos locais e regionais, rodas de conversa, passeios pelo bairro e pelo centro histórico, permitindo comparar a diferença estrutural existente entre ambos.

Como resultados concretos citamos:

  • a criação da página Movimento InformAÇÃO > https://goo.gl/2EZ06l <, pelos alunos de Cabanas, cuja linha editorial é voltada para a comunidade
  • o #diáriodamerenda > https://goo.gl/CSuqUc <, iniciativa dos alunos para denunciar problemas com a merenda escolar
  • Na 11ª Mostra de Cinema de Ouro Preto (CINEOP), participaram do processo de criação da Web TV, bem como da produção de conteúdos para esta plataforma e outras redes sociais
  • Oficina de fotografia de rua lambe-lambe, uma das atividades do evento “Fotógrafos em Ouro Preto e Mariana”, que proporcionou o convívio dos alunos com fotógrafos de todo o país. Integraram a equipe de “repórteres” que cobriram o evento “Bento Rodrigues, minha História, Minha Vida”, realizado pela escola do mesmo nome, quando a tragédia de Mariana completou um ano. Alguns registros das atividades citadas podem ser acessados pelo link >https://goo.gl/lSKtfT <.Resultados subjetivos: os estudantes que participaram das oficinas estão mais maduros, têm maior segurança nas argumentações e muitos tornaram-se líderes na escola e na comunidade. Por exemplo, organizam debates sobre questões políticas que repercutem na vida escolar e dos cidadãos em geral, como a PEC 241/55, as propostas de alteração nas leis trabalhistas, entre outros temas da atualidade.

Links
www.coletivomica.org 
facebook.com/coletivomica 
intagram.com/coletivomica

Anúncios